domingo, 29 de março de 2015

Dinheiro Sendo Inventado

Essa expressão é muito comum entre amantes de finanças, eu particularmente gosto muito de poder inventar dinheiro conforme a oportunidade e você também deve gostar. Um exemplo é a compra de uma moto por 5 mil reais de um vendedor com certa pressa em se desfazer da mesma por apuros financeiros e você tem plena consciência de que a moto pode ser vendida por 6 mil reais. Estes 1 mil de diferença positivos são o exemplo de dinheiro sendo inventado, se tratando de veículos é muito difícil conseguir vender um por um valor maior do que o adquirido, mas existem as exceções. Os leilões de carros por exemplo são estas exceções. Se analisando os mesmos para não ter dor de cabeça com manutenção.

Uma pessoa que ganhe por exemplo mil reais e que poupe 500 reais, levaria 2 meses para ter a quantia de 1000,00 reais. Se a venda fosse efetuada em uma semana e os R$1000,00 sobrassem líquidos da venda da moto, seria um negócio e tanto. Nesta hipótese já tendo o contato com o comprador da moto neste exemplo, vendida para ele a vista. Oportunidades assim exigem uma visão muito apurada do que se está acontecendo ao nosso redor. Pai Rico e Pai Pobre traz um exemplo disso, aprendemos muito com livros, como este mesmo diz que é necessário abrir se para novas oportunidades do mercado ao invés de apenas poupar por longos anos.

Uma poupança neste momento é unir o útil ao agradável, pois pela liquidez, o dinheiro poderia ser resgatado da mesma ou então de uma LCI cuja carência de 60 dias por exemplo já houvesse ai com liquidez diária, também se poderia resgatar o dinheiro. Títulos públicos toda quarta feira, mas pelo desconto de IR por exemplo em um curto prazo não se torne algo muito viável. Estas oportunidades valem ouro definitivamente, pois são quantias que geralmente você talvez demorasse um pouco a mais para acumular, podendo assim turbinar seus investimentos para o alcance dos objetivos. 

Detalhe muito importante, ganho muito acima da média estando dentro da lei, Se você sabe de alguém que procura uma moto e de alguém que vende a preço bem abaixo do comum, você a vende então pelo valor de mercado depois. Logicamente analisando o vendedor para não se tratar de algo roubado por exemplo, mas como disse anteriormente, por uma extrema necessidade financeira. Não há nada de errado nisso, só vejo benefícios, o vendedor da moto conseguiu o dinheiro que precisava todo de uma vez, a vista, você a vendeu a vista para quem procurava uma moto com urgência e ainda usou sua inteligência financeira a favor de todos os envolvidos, principalmente a favor de você mesmo.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário