sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Quando os amigos de infância se afastam

Alguns percebem que com o tempo a distancia de certos amigos acontece de uma forma tão rápida que quando o sujeito se da conta vê que já fazem anos que não fala com tal amigo, seja porque ele foi embora da cidade, ou porque arrumou outros círculos de amizade devido a um curso de faculdade,  ou até mesmo ainda nos tempos de colégio.

Existe também a questão do amigo estar em um relacionamento amoroso, muitas pessoas reclamam que um colega se afasta nessas circunstâncias,  então caso haja a responsabilidade de cuidar de uma família também a distancia pode aumentar ainda mais.



O futebol foi um esporte que reunia muitas amizades entre crianças, talvez hoje não reúna mais tanto por causa da internet, mas na minha época 2000/2001 com 5,6 anos reunia. Todos meus amigos que conheci nessa época eram da mesma rua!

Pessoal que tem 40 anos hoje diz que a infância era diferente na década de 80, mas no começo dos anos 2000 também é diferente do que é hoje. Quem tem 30, 30 e poucos viveu bem a infância no final dos anos 80 e meados dos anos 90.

Hoje acontece da pessoa ter 2 mil amigos no facebook, mas não tem aquele contato mais próximo nem com as que ainda possui vinculo. Sendo que a maioria desses 2 mil nem sequer a pessoa conhece ou faz questão de conhecer pelo menos. Estão ali só pra bonito?

E você, já se afastou de algum amigo de infância? Porque?

Até.

19 comentários:

  1. Oi, Mestre!

    Comigo aconteceu devido às mudanças de lugares que frequento, assim como alguns amigos antigos também frequentam outros lugares. Já aconteceu de um outro afastar-se por já não termos nada mais em comum.

    Um problema que percebo é que, apesar de ser sociável e dos outros gostarem da minha presença, tenho dificuldades em manter contato constante. Sei lá, gosto de ficar só, entende?

    ResponderExcluir
  2. Verdade, a maioria dos meus amigos de infância já casaram e tem até filhos (idade entre 20 - 25 anos) triste, infelizmente caíram na matrix.

    ResponderExcluir
  3. A mudança de ciclos sociais ou mesmo perda de amigos pode ser considerada normal. A pessoas crescem, envelhecem e mudam de comportamentos, modo de pensar etc.
    Não tenho contato com pessoas que conheci na infância pois já faz alguns anos que moro longe do lugar onde cresci.
    Mas se ainda morasse lá é possível que mesmo assim não tivesse contato com todos eplos fatores que citei.
    A questão principal é como você se sente com relação a isso, tem colegas de escola de infancia que nem me lembro mais, nesse caso não sou afetado por isso.
    O saudosismo também tem muito haver com insatisfações presentes. Quando estamos satisfeitos com a vida hoje não lembramos muito do passado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje muitos lamentam o passado por não estarem satisfeitos.

      Excluir
  4. Tenho 41 anos e não tenho sequer idéia de onde estão meus amigos de infância.
    Mas, por opção minha. Bastava eu me cadastrar no face que logo teria contato com a "galera".
    No entanto, não quero saber como eles estão e muito menos quero que saibam como eu estou.
    Minha vida resume-se a eu e minha família. Aqui incluídos meus pais, irmãos, filhos e esposa. O resto não me interessa mais.
    Optei por essa linha e não tenho do que reclamar.
    Muitos acham que vão ficar na night até os 70 anos, eu mesmo pensava assim. Logicamente, pensava assim quando tinha meus 15 anos. kkkkk
    Cada um faz o que quiser e achar melhor. Para minha vida, os amigos mais atrapalhariam do que trariam satisfação. Exemplo básico: ontem aqui em BH teve o jogo do Brasil. Eu fui. Optei em ir faltando 3 dias para o jogo (estava em dúvidas por causa do horário fdp do jogo). Fui só. Se tivesse envolvido com os amigos, certeza que teria que dar satisfação para não ir ou até para ir também.
    Com o tempo, as idéias mudam, a sua vida muda, os compromissos mudam, enfim, eu não tenho tempo mais para amigos. No serviço tenho apenas colegas de trabalho. Trato todos muito bem, mas nunca tive compromisso nenhum com colega de trabalho fora do serviço.
    A vida é feita de escolhas e eu fiz a minha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou que tem 41 anos e é casado, logo logo alguém aparece dizendo que vc poderia estar solteiro ou namorando uma garota de 20.

      Cada um é cada um. Tem caras com mais de 50 sem filhos e solteiros. Tem caras casados com 20 anos.

      Excluir
  5. Tenho no meu Face 1.319 "amigos", pessoalmente conheço menos de 10. rs
    https://www.facebook.com/uorrem.bife
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Interessante. Acho que de forma geral é natural termos menos amigos com o passar do tempo, visto que as ocupações mudam, responsabilidades aumentam(ou não, rs) e objetivos tbm mudam. Fora o fato que a mobilidade hoje é grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela presença assessor do Pai Rico!

      Excluir
  7. Meus amigos de infância são na maioria meus primos. Eu moro longe deles, mas entro em contatos com eles muitas vezes. Quando eu vou a zona rural a gente reúne e faz um belo de um churrasco. Mas claro que alguns sumiram.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primos, vish nenhum deles são considerados como meus amigos rs.

      Abraço.

      Excluir
  8. Ola LM,

    Mantive os amigos so de cumprimentar mesmo, pq acabou o papo, nao temos assuntos comuns.

    Meu ex melhor amigo, ja tentei conversar, mas nao demora nem 2 minutos e o assunto acaba.

    Infelizmente as coisas mudam, acho q è natural.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá pra fazer novas amizades tbm, mas não é tão fácil quanto na infância rs.

      Excluir
  9. Olá Lyrical!

    Passeando pela blogosfera achei seu blog! Cara sobre amigos de infância alguns perdi contato, seja pq casaram ou pq mudaram de cidade.

    Mas a maioria a perda de contato foi como o VDC falou ai em cima, você tenta puxar assunto com os caras e não rola.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa de puxar assunto é foda, tem que ter retorno da outra parte também.

      Abraço.

      Excluir